terça-feira, 30 de novembro de 2010

Por que se preocupar com algumas rugas?

Aniversário chegando...pelo espelho constato alguns sinais do tempo.

 É o caso de gritar por socorro??!!??

Melhor não, né, afinal devemos usar o tempo a nosso favor e fazer da vida uma grande poesia, mesmo que o espelho seja daquela sinceridade ferina...

Por que se preocupar
com algumas rugas?

"Ame a todo momento, todos os dias,
de todas as formas e maneiras,
de qualquer jeito, em todo lugar,
sem culpas, sem pudores,

sem preconceitos, sem tabus, sem vergonha….
MAS AME!!!’


A VIDA É O DEVER QUE NÓS TROUXEMOS PARA FAZER EM CASA.

Quando se vê, já são seis horas!
Quando se vê, já é sexta-feira…
Quando se vê, já terminou o ano…
Quando se vê, perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê, já passaram-se 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado.
Se me fosse dado, um dia, outra oportunidade, eu nem olharia o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando, pelo caminho, a casca dourada e inútil das horas.

Desta forma, eu digo:
Não deixe de fazer algo que gosta devido à falta de tempo,
a única falta que terá, será desse tempo que infelizmente não voltará mais.

Mário Quintana

Porque o A-M-O-R nunca envelhece, pelo contrário, REJUVENECE.
 
Recebi o poema por e-mail do Ed, amigo das antigas que mora longe e faz tempo que não vejo...

sábado, 27 de novembro de 2010

Rotina

Rotina pode ser um tédio mas vamos combinar que tem lá o seu lado bom. É que  a tal da previsibilidade cai bem para uma vida saudável, mesmo para uns sagitarianos aventureiros que eu bem conheço por aí. Êpa! Dá licença que a carapuça está servindo...

Então, desde que estes meus pitocos nasceram, treinei todos aqui em casa para seguir determinadas rotinas. E é calaro, que de acordo com o crescimento deles, a rotina vai sofrendo uma modificaçãozinha aqui, outra ali...mas tento fazer sempre as mesmas coisas, mais ou menos no mesmo horário TODO SANTO DIA!!!!

Atualmente a nossa rotina é assim:

  • 6:00 h - Acordam felizes da vida sem chorar, só susurrando ou "cantando" ...ownnnn!!!! Super cute!!! Vem a primeira mamada do dia ( 150 ml) seguida da troca de fraldas ( ensopada da noite inteira sem trocas).
  • 9:00h - Papinha de frutas (mamão, maçã, pêra, banana, ameixa ou mais de uma destas misturada).
Pela manhã, rola uma soneca ou logo antes da papinha ou logo depois.
  • 12:00h - Almoço de papinha  salgada amassada.
Daí vale de quase tudo que tiver na geladeira. De sobremesa vai uma mamadeira de suco (100 a 120 ml). Tenho feito de laranja serra dágua como base e faço variações incluindo cenoura, beterraba, couve, maçã, pêra ...
Depois do almoço rola uma sesta básica. Ô coisa boa!!!!
  • 15:00h - Mamadeira (150 ml)
Entre 16 e 17:00h sempre fazemos um passeio nas redondezas. E estes passeios rendem até um outro post, rs.

  • 18:00h: Mamadeira (150 ml). Dou um tempinho de uns 10 minutinhos é hora do banho que vira uma farra com água para todos os lados...hehehe.
Depois do banho, com papai já em casa é hora de curtirmos o momento família. Pegar no colo, paparicar, beijinhos, abraços e muita brincadeira.

  • 19 a 19:30 h: berço!!!!!
Sempre coloco os pequenos no berço ainda acordados. Eles estão tão acostumados com isto que quando estão com sono e ainda estão no colo da gente, ou no carrinho, começam a esfregar os olhinhos ou a reclamar com muita choramingança. Daí é só colocar lá no berço com a chupeta e um cobertorzinho que o soninho não demora.
  • 23:00h: a mamada dos sonhos (180 ml). Quase nunca eles acordam antes. Na maioria das vezes eu é que vou lá, dou a mamadeira e faço a última troca de fraldas. Volto com eles pro berço e eles continuam dormindo o melhor dos soninhos...
Até semana passada eles ainda acordavam de madrugada para mamar. Como eu estava tentando eliminar este hábito de recém-nascido, estava dando uma mamadeirinha de 60 ml só para enganar os coitados. Um dia resolvi enganá-los colocando só a chupeta, mas não deu muito certo...abriram um berreiro que irritou os ouvidos do papai. Daí, resolvi dar só os 60 ml e depois chupeta na boca. Bingo! Voltaram a dormir com os anjinhos...hehehe...

O fato é que na última semana eles tem dormido até quase 6:00h da manhã, para a felicidade da mamãe!!! Se dão uma acordadinha a chupeta na boca já resolve... Acho que quando eles começarem a jantar, aos 8 meses, o sono da madrugada nem será mais interrompido...

Lógico que esta rotina pode ter uma variação de meia hora entre os acontecimentos, mas a sequência é sempre a mesma.

E dentro desta previsibilidade podemos planejar todas as outras coisas das nossas vidas.

E a família inteira é muito mais feliz

;)))


           

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Sobre a viagem...

Super sinceramente falando eu achei que a viagem de avião com estes dois pequenos e até a nossa estadia naquela terra quente seria um stress. Mas lógico que guardei isto só pra mim. Se eu abrisse a boca para dizer o que estava pensando, ou marido me faria desistir, ou a babá desistia de ir junto. Melhor ficar só no pensamento mesmo.

E não é que tudo saiu melhor que a encomenda?

No embarque, conexão e desembarque, senti falta de um carrinho para carregar os quase 7 quilos de cada um deles. Não sei porque cargas dágua não levei os carrinhos deles. Acho que é porque tenho achado os coitados uns verdadeiros trombolhos...Mas que fez falta, fez. Durante a viagem propriamente dita, nem vi direito o tempo passar de tão preocupada que fiquei de entreter os pequenos para que eles não chorassem ou gritassem estressando os outros passageiros que simplesmente não tem nada com fato de DOIS bebês por acaso estarem logo ali do lado, neah? A choramingança que rolou foi pela falta do bercinho na hora que bateu o sono. Naquele momento, 35 mil pés de altitude, o melhor que eu podia oferecer para a soneca deles era o colinho da mamãe. Uia!! E tem coisa melhor??? Mas tenta explicar isto para um bebê de 6 meses. Vai lá, tenta!

Na conexão, antes de Paulinha e Otávio existir , sempre era tempo do básico "xixi, café, chiclete". Desta vez mal deu pro xixi, mesmo assim vale lembrar que as fraldas deles sempre são mais importantes do que a minha falta de fraldas...hehehe...

São Pedro ajudou mandando chuva , que se por um lado atrapalhou a praia, por outro baixou a temperatura a níveis agradáveis.

Mesmo assim, calorzim gostoso que foi responsável por:

  1. Paulinha e Otávio tomando água gelada todo o tempo. E gostaram muiiiiito!
  2. Paulinha e Otávio ficando apenas de fraldinhas durante quase todo o dia.
  3. Paulinha e Otávio dormindo no ar condicionado.
  4. Paulinha e Otávio entrando na piscina pela primeira vez.
E dá-lhe paparicação por todos os lados!!!


Agora umas fotocas:

No avião

Com o mais novo amiguinho: Luiz Henrique!

Otávio nadando...

Paulinha nadando...

Passando os dias só de fraldas!

Provando acerola in natura no quintal da Tia Ana.

No parquinho do clube Paraíso das Águas

Momento poesia: irmão mais velho com a irmã mais nova.


Paulinha e Otávio com as priminhas Izabel e Isadora.

Todo mundo ficou impressionado com o bom comportamento da duplinha. Eu não cheguei a me impressionar, mas confesso que eles superaram as minhas expectativas.

A minha explicação para tanto é:
se vc respeitar os horários e necessidades de um bebê, vc pode levá-lo até pra China que tudo vai dar certo.

Certo?

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Jingle bells, Jingle bells!!!

Ó, gente, não sei o que aconteceu mas este ano passou mesmo voando!!! Tem sido um ano inesquecível, por motivos óbvios, e confesso que a anestesia da minha cesariana ainda tem lá seus resquícios.

O fato é que quando chega o mês de novembro e as luzes de Natal começam a se acender por aí, a ficha cai avisando que mais um ano, em breve, se finda. E aí, abre-se a temporada de uma vida mais acelerada que o normal, por conta de todos os compromissos que pipocam nesta época. A pessoa  que vos escreve, como é doidinha por uma festa, escolheu, adivinha?, qual mês para nascer e sempre comemorar a data??? Lógico: dezembro, baby! Ainda tem isto! Mas isto é lá outro assunto.

Voltei de viagem e minha árvore não tinha sido armada ainda. E como montar árvore de Natal é sempre um ritual, só consegui fazê-lo no último final de semana. Queria fazer uma coisa diferente este ano, já que é o primeiro Natal de Paulinha e Otávio. Mas no final das contas minha ideia daria um trabalho a mais para a pessoa já tãããão cheia de tarefas. Desisti. A árvore está enfeitada talequal no ano passado e basta. Paulinha e Otávio ainda nem sabem o que é Natal, então pra eles já vai ser tudo uma grande novidade. Deixo minhas ideias mirabolantes para o ano vindouro (ai, tirei esta do fundo do baú...hahaha). Ah, e nem precisa vcs me perguntarem quais são minhas ideias porque não conto. Vcs vão ter que estar por aqui até o ano que vem para conferir...hehehe.

Então, já que não houve inovação na árvore, comprei logo um enfeite de porta novo, que achei  nas bandas do centrão por alguns poucos dinheiros, para dar um up na decoração. Paulinha e Otávio disseram, com os olhinhos, claro!, que acharam lindo!!! Ufa, ainda bem!!!!!!

Outra coisa que bateu que nem martelo na minha cabeça, desde a semana passada, foi a Campanha Papai Noel dos Correios. Eu sei, eu sei que esta campanha é muito antiga, mas a maternidade tem este quê de nos deixar mais ligada aos assuntos que deixam uma criança mais feliz. Mesmo que tais crianças não sejam as suas, as minhas, as nossas. A coisa martelou tanto os meus miolos que tive que colocar na lista de prioridades. Fui até a agência central dos correios e dentre inúmeras cartinhas escolhi uma para Paulinha, outra para Otávio. Sim, os padrinhos destas crianças escolhidas foram os meus pequenos que ainda nem sabem de nada. Mas eles terão tempo de aprender que existem muitas crianças que vivem, ou sobrevivem, com bem pouco. E os sonhos delas podem ser coisas tão triviais, comuns e corriqueiras pra gente que chegam a ser surreais.

Os presentes que entreguei lá no correio pareciam ter sido endereçados para a minha casa, tamanha a minha alegria. Não teremos oportunidade de ver o sorriso destas crianças. Mas nem precisa, porque fui eu que voltei sorrindo para casa para continuar conferindo, minuto a minuto os dois sorrisos mais lindos deste mundo.

Termino este post chamando vc para ser um Papai Noel também.



Para saber como, é só clicar aqui.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

O primeiro dentinho

Olá, pessoas!!!!

Já chegamos da viagem mas ainda não tive tempo de contar aqui como foi. Vocês sabem como é, 1 semaninha fora =  2547 coisas pendentes para fazer...rs.

Mas tirei um tempinho para falar da minha alegria ao constatar, emocionada, que o primeiro dentinho da Paulinha está a caminho. Mas confesso que só descobri porque a pequena pessoa, num ato de distração da minha parte, pegou o meu dedo e levou à sua boca. Como senti alguma coisa arranhando, coloquei o meu dedo com vontade para conferir de perto. Nem tentei tirar uma foto porque eu acho que nem vai aparecer ainda...haha

Acho dente a coisa mais linda deste  mundo!!! Não ESTOU dentista, gente, mas não dá pra esquecer que sempre SEREI dentista, né?...hehehe.

Como odontopediatria não é lá a minha praia, fui procurar por aí alguma informação sobre a erupção da da dentição decídua e encontrei este esquema simpático, que tirei daqui.



Vou ficar aqui só admirando os meus amados banguelinhas se transformarem em ex-banguelinhas.

e... Tio Zé Lúcio, pode esquecer aquela história das dentaduras que a mamãe ia encomendar...hehehe...

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Primeira viagem de avião


Eu, Paulinha, Otávio, babá e algumas malas beeeemmm recheadas estamos a caminho de Palmas - Tocantins - neste momento.

Marido já foi na segunda. Trabalhar, claro! - porque alguém tem que trabalhar nesta família!- Não que eu não trabalhe, mas aí já é outra história...
Ele perguntou se eu não queria ir também, aproveitando para visitar meus queridos familiares que lá moram, e daí passaríamos o feriado juntos po lá.
Precisei de menos de 30 segundos para dizer que SIM!!!!

E, assim, Paulinha e Otávio, fazem sua primeira viagem de avião aos 6 meses de idade.

E eu vou confirmando minha alma sagitariana, animada até o último fio de cabelo.

Posso antecipar para vocês que irmãs, irmão, cunhada e primos já mobilizaram a metade da cidade para a chegada dos gêmeos.

Tipo assim: arrumaram emprestado carrinhos, berço, banheira e mais alguns acessórios necessários para uma estadia mais confortável e diminuir o risco de pagar excesso de tralhas  bagagem.

Tenho certeza que será uma aventura!

Então, hasta la vista!!!


 

sábado, 6 de novembro de 2010

Baby sling

Passear de carrinho pelas ruas do meu bairro ( com certeza pelo resto da cidade também!) é um verdadeiro rally. As calçadas são muito irregulares, por vezes esburacadas, o que dificulta a utilização de pequenos veículos de 4 rodas. Andei pensando que a prefeitura faria muito pelos mais vulneráveis - crianças, idosos e deficientes físicos - se houvesse um projeto para padronização de calçadas. Será que um projeto assim seria viável?
Então, devido às dificuldades para sua utilização, os nossos carrinhos estão quase se transformando em belos elefantes brancos. E para os nossos passeios pelos arredores, tenho utilizado o baby sling.

Na verdade existem vários tipos de baby sling, que na tradução literal quer dizer tipóia.

1. Sling de argola - Ring Sling


Um longo pedaço de tela que passa por sobre o ombro e o lado oposto da bacia e se ajusta entre 2 argolas.  A possibilidade de ajustar o tamanho permite que pessoas de diferente porte possam utilizá-lo.
Se ajustam facilmente. As posições de uso são as mesma que no Pouch: de frente, lado e atrás e as mesmas variações na posição do bebê. 





2.Wrap Sling - Pano Comprido

Um pedaço de tecido de entre 3 e 5m, que se amarra a redor do corpo da pessoa que carrega.
Existem varias maneiras de utilizar o mesmo e se distribui sobre os dois ombros, formando um bolso para o bebê. É muito confortável e suporta bebês de todos os tamanhos. Permite a amamentação e é muito versátil, podendo ser usados na frente, lado ou atrás. O bebê pode ser colocado e retirado facilmente.
O wrap sling permite maior contato pele a pele, (no sling com argola ou pouch você ainda tem uma camada de tecido entre você e o bebê, no wrap não). Por isso ele é recomendado para o método mãe canguru com prematuros e para recém-nascidos. Ele garante uma posição ergonómica e segura bem as costas e cabecinha do bebê, também durante o sono. 

É o tipo de sling mais usado na Europa.


 3. Canguru  -  Tipo Mochila
  1. Estes carregadores funcionam como uma mochila, com alças sobre os dois ombros e uma alça na cintura. Pode seu usado de frente, lado e atrás e mantem o bebê sentado em todo caso.

    São bons para carregar bebês de maior tamanho, de uso simples e pode ser usado por pessoas de diversos tamanhos.
    É importante destacar que existem muito modelos onde as pernas do bebê não estão em posição fisiológica, o que afeta o desenvolvimento da bacia. Para que não seja assim, o carregador deve manter as pernas inclinadas, com os joelhos um pouco acima da altura do bumbum, e não simplesmente penduradas.

 4. Pouch Sling - Bolsa ou Rede

A palavra Pouch vem do inglês e sua tradução literal é bolsa. Pouch ou Bolsa - Carregador de Bebê
É basicamente um longo aro de tecido, dobrado no meio, o que cria uma espécie de bolsa para o bebê.  Se usa sobre um ombro e o lado oposto da bacia. Pode ser fabricado com tecidos levemente elásticos. Alguns modelos são ajustáveis para que pessoas de diferentes tamanhos possam utiliza-lo. O sistema de ajuste geralmente consta de fechos (zippers) ou botões.
São de uso muito simples e o bebê pode ser amamentado quando está no Pouch. É muito versátil já que pode ser usado com bebês de todos os tamanhos, inclusive com recém-nascidos. também pode ser utilizados de diversas maneiras: na frente, de lado e atrás e com variações na posição do bebê: deitado ou na vertical.






Texto e fotos http://www.slingando.com/
Este último foi o tipo de sling que eu, (sem pesquisa nenhuma, simplesmente catando na prateleira da loja de departamentos , naquela minha viagem) comprei para usar com meus pequenos.
Primeiro passeio - Paulinha com 1 mês

Passeando com a mamãe ontem!
Nunca usei os outros tipos, mas gosto bastante deste aí, que é da marca Munchkin. Acho uma delícia o aconchego e o peso fica bem distribuído,dando pra andar bastante sem cansar muito.

Vocês lembram do macaco agarradinho?Qualquer semelhança...hehehe


Para quem quer saber como escolher um sling, vale a pena um giro pela net e também ouvir a experiência de outras mamães.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Papai tirando fotos



 Já pensou se  a gente dependesse dele para fazer os nossos álbuns?


Ô lástima!!!!!....hahahaha...

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

A fórmula da Nestlé

As papinhas de frutas sempre foram um sucesso aqui em casa...mas as papinhas salgadas....

Eu estava fazendo como descrevi neste post aqui. E estávamos numa luta danada. Se fazer um bebê comer pode ser difícil, imaginem dois.

Até que dia desses, por força das circunstâncias, dei um potinho de sopinha da Nestlè para cada um dos pequenos, igual a este aqui, ó:

 Comeram tudo, com a carinha mais feliz deste mundo e, no final, tive a impressão que havia um balãozinho em cima de cada um: "Acabou, mamãe?  "


O pai, que não perde uma, disparou: "Tá vendo , mamãe, desde pequenos eles já sabem o que é bom." Ó procê vê...

Acho que ele quis dizer que não sou boa na cozinha e os pequenos não estavam gostando nadinha da gororoba que eu estava preparando.

Chegando à conclusão de que uns pedacinhos de legumes, uma pitada de sal e muito amor não bastam para fazer uma sopinha apetitosa resolvi fazer uma experiência.


Comprei uns pedaços de músculo bovino (uns 300 g) coloquei para cozinhar com um pouquinho de tempero alho e sal, e ficou assim:




Daí coloquei no liquidificador adicionando água:




Virou um caldo de carne beeemmmm concentrado. Uso o caldo como base e coloco os legumes para cozinhar. Depois amasso tudo e...pronto!!!!

DESCOBRI A FÓRMULA DA NESTLÉ!!!!!!!

Porque desde então, meus pimpolhos comem lambendo os beiços...hahahaha...

Agora estoco o caldo de carne no meu congelador assim, ó:


Pra quem tem bebê em alimentação de transição, ficaadica!:)