segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

10 meses





Nem eu mesma acredito que estamos quase soprando velinhas!

E não vou duvidar se daqui a dois meses eles forem capazes disto. É impressionante como  esta duplinha se desenvolveu no último mês.

Ainda são bebês, mas eu já consigo vislumbrar 2 mini pessoas , cheia de desejos, vontade própria e uma curiosidade fenomenal para conhecer e desbravar o mundo.

Aqui em casa agora é assim: todo dia tem novidade. Nem dá tempo de postar tudo aqui para vcs.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

De do do do De da da da

Ou seria Ob la di ob la da?

Paulinha e Otávio estão treinando a linguagem aqui em casa e já acontece altos papos em bebenês.

Por vezes, eu também me intrometo e dou corda. Acho que eles entendem porque soltam aquele sorriso mais lindo deste mundo e continuam:

"Da, da, da, buhhhh, pa pa pa ...."





quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Sorvete!

Os pequenos já ficam curiosos com aquilo que comemos na frente deles. Dependendo do que é, melhor esconder para não ouvir um certo chororô.

Calor de 35 graus, Papai resolveu se esbaldar numa tigela de sorvete, no sofá, bem em frente onde nossos 2 anjinhos brincavam candidamente.
Daí, levantaram-se 2 cabecinhas,instantaneamente, com os olhos fixos na colher do Papai.


Uma provinha para a Paulinha:


Outra para o Otávio:



Balãozinho do Otávio: "Ei, Papai, tá demorando por quê?"

Balãozinho da Paulinha: " Ele tá caprichando e é a minha vez!"

Boca lambuzada de pura  felicidade!


E prá finalizar: momento ternura fraternal (3 segundos antes da pancadaria):


Conclusão materna:

1. É, chega uma hora que voz de mãe não tem vez.
2. A vida é feita de experiências e começa bem cedo.
3. O importante é ser feliz!

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Meu gargamel...

Aêeeeeeeee!!!!!!

Enquanto a Paulinha já mostra os dentinhos por aí desde novembro,  a pergunta que não queria calar era:

Cadê os dentes do Otávio?

Na última semana de janeiro o incisivo central inferior direito, chegou de mansinho e sorrateiro.

Será que dá para vcs verem?






Difícil é tirar uma foto boa, já que a pessoa quando vê a máquina quer logo ir pegando e não para quieto. Motivo que ajudou, além da péssima fotógrafa aqui, as fotinhas não ficarem lá muito boas.

O interessante é que quando os dentinhos da Paulinha irromperam, ele vieram em dupla, juntinhos.

O do Otávio está lá, sozinho, reinando absoluto.

Toda vez que ele sorri, impossível eu não me lembrar do Gargamel...hehehe



E a Paulinha, para não ficar para trás, está com os incisivos superiores a caminho.

Dá pra imaginar que não demora muito as sessões de "morde tudo", neah?

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Dia de clássico, placar emocionante de 4x3!

O post de hoje é pra comemorar a vitória do Galo sobre o Cruzeiro. Joguinho emocionate, viu?

Todo mundo falou, opinou, reivindicou um time do coração para a duplinha. Mas ninguém tinha feito concretamente alguma coisa.

Precisou dos queridos Dani e Leo sairem lá da Suíça para dar uma mãozinha. ( ou seria pezinho?)
E, se depender deles, já temos um atleticano aqui em casa.




É, ainda não dá pra usar. Só ensaio, por enquanto!

No Natal, lá na casa da minha mãe, rolou uma certa pressão. De ambas as torcidas.


Otávio, ficou uma graça com a baby look da Neca!


Paulinha apreciando o Cruzeiro querido, jamais vencido (oi?) do Marcântonio.

E, pra finalizar, uma foto pra mostrar que as torcidas podem e devem conviver em harmonia.


E eu, pra sustentar minha fama de vira folha, vou logo avisando que hoje eu sou Galo desde criancinha.

Uhúuuuuuu!!!!!

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Bebê a solta


Quando o Otávio me viu com a máquina fotográfica na mão já foi logo se erguendo para no segundo depois do meu click engatinhar na minha direção.

Pois é, agora é assim e ninguém mais segura este bebê...hehehe...

Inclusive, este tapete de EVA, presente de Natal dos padrinhos Neca e Adalton, não é mais o limite para estes pequenos.

Descobri que o Otávio já sabia "rastejar" em algum momento da primeira quinzena de janeiro, num episódio que chamei de "Corrida da mamadeira". Ele estava do outro lado do tapete da sala quando mostrei para ele uma mamadeira linda, cheia e apetitosa. Ele ficou eufórico, soltou um gritinho e começou a vir na minhs direção. Eu, pra testar a força de vontade dele, coloquei a mamadeira no chão lá do outro lado. E não é que o danadinho alcançou seu prêmio? E aí ele não parou mais. As primeiras providências foram:  porta da cozinha e dos banheiros  sempre fechados agora;  migalhas de qualquer coisa sempre recolhidos imediatamente.  E dá-lhe bebê solto pela casa:)

No começo Otávio só rastejava mesmo. Mas com a prática ele começou a levantar o tronco, flexionar os joelhos. Agora ele está na fase de transição e é um negócio meio esquisito e desengonçado. Morro de achar graça!

Compramos  joelheiras próprias para bebês,  para que os pequenos não engrossem ou esfolem os joelhos.

 Não ficou um charme?


Amei esta foto aí, com  cara de sapeca!!!!!

Já a Paulinha....

Preguiçooooosa...


A bonitinha é empacada. Pra sair do lugar só se for disponibilizado ou o controle remoto da TV ( pq será que bebês gostam tanto deste objeto "proibido"?) ou o meu relógio dourado que ela simplesmente
 a-d-o-r-a!!! Mesmo assim só se os objetos de desejo não estiverem muito longe senão ela simplesmente desiste e se distrai com outra coisa. Ou simplesmente chora!

Mas ela já descobriu que tem força suficiente no braço para erguer o tronco e também já se arrisca a ficar de quatro.

Mas o mais legal é quando ela ergue o tronco e faz uma dancinha pra direita e pra esquerda com os ombros e a cabeça e o sorrisinho mais lindo deste mundo. Ainda não consegui filmar, AINDA, mas é lindo de ver!!!! O papai fica todo babão!!!!

Finalizando, uma pose pseudo-sentados.





Lindezas da minha vida!!!!!



terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Ressurreição e...susto!

Olá, pessoas!!!!

Eu praticamente abandonei isto aqui neste primeiro mês do ano. Janeiro pode até ser férias para um monte de gente, mas aqui em casa é uma loucura!!!!!

Muitas coisas para colocar em ordem. Principalmente as contas, que vcs podem imaginar que não são poucas.

Além do mais, marido bateu o pé por 1 semana de férias na praia. Rezei para que todos os santos me ajudassem e lá fomos nós. Mas isto é assunto para outro post.

Aliás, assunto é o que não falta, pois 1 mês na vida dos bebês equivale a muitas, mas muitas novidades. Mas vou contar aos pouquinhos...

Vou começar de trás para frente e contar o que nos aconteceu na semana passada

Os bebês almoçaram a papinha de costume por volta de meio dia. Às 15:00h  foi a vez da mamadeira da tarde. E depois uma sonequinha. Tudo, tudo mais ou menos normal, já que o apetite deles estava um pouco alterado. Muito calor, pensei eu. Quando acordaram da soneca, tirei o Otávio primeiro. Depois foi a vez da Paulinha. Quando estava na porta do quarto com ela no colo, ela fez vômito e veio tudo de uma só vez. Vcs podem imaginar a lambança que foi. Até que não me apavorei tanto, mas como foi a primeira vez, fiquei um pouco assustada. A bagunça foi tão grande que ao invés de levá-la para a sala, fomos direto para o banheiro tomar um belo banho. A mocinha ainda brincou com a água da banheira, toda alegrinha...

Depois de uns 40 minutos tentei dar um suco de laranja, mas veio o vômito novamente. Daí liguei para a pediatra. E após tentar controlar o vômito com um remedinho, sem sucesso, não tivemos outra alternativa senão levar a pequena para o hospital. Resultado: início de desidratação e soro. Ô dó!
Fomos informados que havia um surto de virose na cidade e muitas outras crianças na mesma situação.

Mas enquanto a Paulinha tomava soro, Otávio ficou em casa com diarreia. Ai, ai...

E assim, passamos toda a semana vencendo os sintomas da virose em dose dupla. Muita hidratação, vários banhos por dia, falta de apetite, uma choramingança sem fim e todos os horários em plena bagunça. Afff!

Mas, como tudo passa, já foi. Aleluia!

A única coisa que ainda não conseguimos normalizar foram os horários. Tem gente aqui acordando de madrugada e abrindo o maior berreiro pra tomar um leitinho.

E concluímos que meses de disciplina caem por água abaixo diante de apenas alguns dias de descontrole.

Mas tá bom. O importante é que a duplinha está em plena saúde novamente.

Prometo fotos para o próximo post, tá?