quarta-feira, 11 de novembro de 2009

O que arde cura

Calor insuportável estes dias...

É de se esperar que o abafamento todo provoque chuvas violentas de uma hora para outra. Daí não há saúde que resista a queda brusca de temperatura e umidade do ar.

Resultado: o que começou com uma coceirinha na garganta terminou com uma noite em claro, uma faringite brava e muita coriza.

Já amanheci ligando pro Dr. JotaA para saber se podia tomar alguma coisa para aliviar a dorzinha incômoda de garganta. Na verdade liguei para saber se tinha algum problema fazer o que sempre faço nestas circunstâncias: spray de própolis! Tudo bem que pode até ser ruim, mas a minha sábia mãe (cheia dos ditos populares) sempre diz: "o que arde, cura. O que aperta, segura."




E ele liberou, claro, pois é um remedinho prá lá de natural...

Mas o dia não foi lá dos melhores. Muito mal estar, coriza chatinha que não acaba mais, e uma falta de vontade de comer.

Passei o dia com frutas e sopinha, afinal as crianças não podem ficar passando fome junto comigo, né gente?

Um comentário:

Isabele elebasI disse...

Essa mudança de tempo baqueia mesmo, eu que o há uma semana.
Mas, com o própolis que a vovó sempre indicou não há garganta que fique ruim.
E se alimeta direitinho mesmo tia...pq a fome de dois ñ é digamos, brinquedo não!!!
Melhoras...
bjocaSSS
=***