terça-feira, 27 de abril de 2010

Amores, I love you!



A primeira vez que ouvi esta música, apesar de ser da minha musa maior Marisa Monte, tive um certo estranhamento. Achei meio breguinha, música de parquinho de cidadezinha do interior... se é que vcs me entendem...

Mas como todo mundo tem seu lado brega, não só perdoei a Marisa Monte como me encantei pela sonoridade e letra desta canção.

É a música que tenho cantado para Otávio e Paulinha.


Deixa eu dizer que te amo
Deixa eu pensar em você.
Isso me acalma
Me acolhe a alma
Isso me ajuda a viver

Hoje contei pras paredes
Coisas do meu coração
Passei no tempo
Caminhei nas horas
Mais do que faço a paixão

É um espelho sem razão
Quer amor fique aqui?

Deixa eu dizer que te amo
Deixa eu gostar de você
Isso me acalma
Me acolhe a alma
Isso me ajuda a viver

Hoje contei pras paredes
Coisas do meu coração
Passeei no tempo
Caminhei nas horas
Mais do que passo a paixão

É um espelho sem razão
Quer amor fique aqui?

Meu peito agora dispara
Vivo em constante alegria
É o amor que está aqui

Amor I love you
Amor I love you
Amor I love you
Amor I love you

Tinha suspirado
Tinha beijado o papel devotamente
Era a primeira vez que lhe escreviam aquelas
sentimentalidades
E o seu orgulho dilatava-se ao calor amoroso que saia
delas
Como um corpo ressequido que se estira num banho
lépido
Sentia um acréscimo de estima por si mesma!
E parecia-lhe que entrava enfim numa existência
superiormente interessante...
Onde cada hora tinha seu intuito diferente
Cada passo conduzia um êxtase...
E a alma se cobria de um luxo radioso de sensações...

Amor I love you
Amor I love you
Amor I love you
Amor I love you

Nenhum comentário: