terça-feira, 13 de outubro de 2009

Ácido Fólico

Muito antes de tentar engravidar eu já tinha ouvido falar sobre a importância do ácido fólico para a formação do bebê. E tomar o suplemento desta vitamina foi mesmo a minha primeira providência. Até perdi as contas de quantos frasquinhos eu já consumi...hehehe...

O ácido fólico é uma vitamina do complexo B e atua, juntamente com a B12, na transformação e síntese de proteínas. Além disso, auxilia a divisão celular – e, conseqüentemente no crescimento dos tecidos; formação e maturação de células do sangue (e, assim, pode evitar a anemia!) e na produção de DNA e RNA.

A vitamina exerce, ainda, um papel na prevenção de doenças cardiovasculares, derrames e males degenerativos, como Alzheimer. Previne, ainda, nanismo e câncer de estômago, pulmão, intestino grosso, bexiga e colo de útero.

Mas a fama do ácido fólico entre futuras mamães deve-se mesmo ao fato de impedir malformações do tubo neural do bebê, durante a gestação: anencefalia e espinha bífida (exposição da medula espinhal) e deformações, como lábio leporino.



Ilustração

A ingestão desta vitamina cerca de três meses antes da concepção e durante os três primeiros meses de gravidez previne, cerca de 70%, o nascimento de criança com tais males e partos prematuros.

O suplemento alimentar é só uma garantia a mais, pois não podemos esquecer que uma boa alimentação deve ser obrigatória para qualquer gestante.

Algumas fontes de ácido fólico: espinafre, aspargo, brócolis, vegetais de folhas verde-escuras, fígado, frutas cítricas, gema de ovo, levedo de cerveja, cenoura, champignon, ervilha, aspargo, arroz branco, abacate, feijão, tomate, lentilha, grão-de-bico.

Foto


Leia mais sobre o assunto aqui e aqui.


Eu, que já fui chamada de Olívia Palito na escola, estou quase me transformando no Marinheiro Popeye.

Um comentário:

Isabele elebasI disse...

E tem mesmo que cuidar da alimentação, pq alimentar dois bebês não deve ser fácil...imagino a fome que num deve dar....rsrsrsrsrs!!!!