quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Azia


Cresci escutando minha mãe reclamar de uma tal azia. Ela explicava que era uma sensação de queimação na boca do estômago.

Depois que casei, ouvi (e ouço!) de vez em quando o Paulo reclamando da tal azia.

Difícil demais entender a reclamação das pessoas quando a gente mesmo nunca passou por aquilo.

Era o meu caso.



Agora, depois de grávida, posso dizer que sei bem o que é a tal azia, pois tenho padecido diariamente deste mal. Infelizmente. O que me anima é que é um sintoma comum durante a gravidez, ou seja, a maioria das grávidas sentem...

Curiosa do jeito que sou fui procurar saber o porquê deste sintoma.

Ocorre que, durante a gestação, os níveis de progesterona estão elevados, causando um relaxamento da musculatura lisa. Assim, há um retardo no tempo de esvaziamento gástrico e, associado ao relaxamento do esfíncter, o conteúdo do estômago reflui para o esôfago. Estes sintomas potencializam-se ainda mais no último trimestre de gestação, quando o útero está bem maior e começa a comprimir o estômago, dificultando ainda mais o esvaziamento do mesmo.

Isto quer dizer que se está ruim agora, na 8° semana, pode piorar muito mais. É relaxar, porque como diria minha sábia mãe " o que não tem remédio, remediado está"...hehehe...

A melhor maneira de driblar a azia durante a gravidez é evitar consumir certos alimentos e bebidas ditos como estimulantes da secreção ácido-gástrica, que retardam o esvaziamento gástrico. Sendo assim, o tratamento dietético consiste em retirar da dieta condimentos, molhos picantes(ai, minha pimentinha querida!), enlatados(fácil!), alimentos gordurosos (me dá enjôo só de ver...), doces ( tb não é muito difícil!), cremes, chocolates, frutas ou sucos cítricos ( isto é difícil!!!!), bebidas gaseificadas (adeus minha água São Lourenço!), café (não gosto muito mesmo), chá e álcool( já abolido!!!!). O fumo(nunca fez parte da minha vida!), estresse e ansiedade (ai,ai, estes aí é que são meus companheiros constantes...hehehe...lembram da Silvinha TPM?) também entram como agravantes dessa manifestação clínica.

Outras recomendações como fracionar a alimentação, diminuir o volume de cada refeição, mastigar corretamente os alimentos, não deitar após as refeições e/ou elevar a cabeceira da cama também ajudam a diminuir o sintoma.

Mas o mais legal mesmo que encontrei nas minhas pesquisas foi uma coisa fácil, extremamente fácil de fazer: molhar o dedo indicador na saliva, passá-lo no pó de café e voltar com o dedo para a boca.

Fiquei sabendo que passa na hora!!!!!!

Vou experimentar e depois conto se resolveu.

Um comentário:

Isabele elebasI disse...

Tia...fui procurar aqui sobre Azia e achei algo interessante no site da USP:
"Na gestação, o estômago está trabalhando em ritmo
mais lento. Isso pode ocasionar uma sensação de
azia. Comer uma bolacha de água e sal ou torrada
em jejum, antes mesmo de escovar os dentes, pode
ajudar a diminuir essa sensação. Os alimentos secos
em geral ajudam a absorver o líquido aumentado
pela atividade do estômago. Dividir a
alimentação do dia em pequenas porções ajuda no
alívio da azia e contribui para redução dos enjôos,
que são causados por ação dos hormônios"
Mais informações:
http://www.ee.usp.br/doc/celebrando_a_vida.pdf

Espero que vc possa controlar isso!

Bjinhos pra vcSSS....

=****