sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Big-Bang

Novos Tempos. Porém, muito antes das coisas se tornarem concretas elas já se moldavam nos sonhos, nos pensamentos, no desejo. A estrada foi longa, por vezes dura. Mas isto não importa agora.
O fato é que, muita gente abomina o 11 de setembro (principalmente porque foi o fim de uma infinidade de sonhos), mas eu tenho agora muito o que comemorar nesta data: é o nosso começo, o nosso Big-bang.

Um comentário:

Isabele elebasI disse...

A continuação da Vida é fantástica!